PRÓSTATA

Os cuidados com as doenças da PRÓSTATA

O QUE É PRÓSTATA?

A próstata é uma pequena glândula encontrada apenas nos homens. Com o tamanho de uma castanha, ela está localizada logo abaixo da bexiga, na parte inicial da uretra. A função principal da próstata é colaborar com a reprodução humana pois produz substâncias que sairão juntamente com o esperma e permitirão aos espermatozoides sobreviverem e atingirem o óvulo feminino.

QUAIS AS DOENÇAS DA PRÓSTATA?

A próstata pode ser atingida por diversas doenças. As infecções (prostatites), o crescimento benigno (hiperplasia benigna) e os mais comuns, os tumores malignos (câncer). Os sintomas do câncer podem ser muito parecidos com os do crescimento benigno, portanto, é necessário que se estabeleça o diagnóstico precoce da doença e se inicie o tratamento para obter a cura.

 

O QUE É CÂNCER DE PRÓSTATA E COMO SE DESENVOLVE?

O câncer de próstata representa um sério problema de saúde pública no Brasil, em função de suas altas taxas de incidência e mortalidade. Ele é o segundo mais comum em homens com mais de 45 anos de idade, sendo superado apenas pelo câncer de pele, e o terceiro em óbitos.
Atualmente, existem no país diversas campanhas de detecção precoce desse câncer, mas a mortalidade alta é causada pela demora do diagnóstico, que favorece a ocorrência de tumores com alta capacidade biológica de invasão local e disseminação para outros órgãos.

 

 

 

 

 

O câncer de próstata surge quando, por razões ainda não conhecidas pela ciência, as células da próstata passam a se
dividir e se multiplicar de forma desordenada, levando à formação de um tumor.

 

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos do corpo e podendo levar à morte. Uma grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta que não chega a dar sintomas durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

FATORES DE RISCO

A grande maioria dos casos ocorrem em homens com idade superior a 45 anos, com maior ocorrência em indivíduos de raça negra.
Possivelmente o sedentarismo, a alimentação pobre em verduras e frutas e rica em gorduras, aumentam o risco da ocorrência da doença.
Os principais fatores conhecidos são o histórico familiar e a má alimentação. Os homens cujos pais tiveram câncer de próstata têm duas vezes mais chances de ter a doença. Quanto mais parentes com a doença, maiores são os riscos.

SINTOMAS

Os sintomas podem vir desde uma sensação de queimação da uretra, até dor dos mais variados graus na região entre o ânus e o escroto, seguida ou não de febre e mal-estar.

- O jato urinário vai se tornando cada vez mais fraco e fino.
- A pessoa urina muitas vezes durante o noite.
- Após urinar, logo sente vontade de urinar de novo, e urina mais um pouco.
- Às vezes, após urinar, sente que ainda ficou com urina na bexiga.
- Pode sentir forte vontade e ter que sair correndo para urinar, podendo até fazer na roupa ou na cama.

TUMOR MALIGNO DA PRÓSTATA

O grande problema é que, na grande maioria das vezes o câncer de próstata, na sua fase inicial, não apresenta nenhum sintoma. Numa fase adiantada, começará a obstruir a urina, como ocorre com o crescimento benigno, mas o tratamento curativo já é mais difícil. Estudos já mostraram que em autópsias realizadas em 100 indivíduos de 40 a 50 anos que vieram a falecer de várias causas, 4 deles eram portadores de câncer de próstata, sem nunca terem se queixado de qualquer problema.
O tumor maligno da próstata pode estar associado ao tumor benigno, logo, os sintomas podem ser os mesmos.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico precoce pode ser feito com a combinação de três métodos eficientes.
Toque Retal: é importante verificar o tamanho e a consistência da próstata e para avaliar a presença de nódulos suspeitos de câncer.
Dosagem sanguínea do PSA (Antígeno Prostático Específico): O PSA é uma substância produzida na próstata. A combinação do toque e de PSA torna mais seguro o diagnóstico do câncer.
Biópsia da Próstata: é feita nos casos suspeitos e é o meio que estabelece o diagnóstico definitivo da doença prostática.

 

TRATAMENTO

O câncer de próstata tem cura, desde que detectado precocemente. O tratamento varia de acordo o tipo de tumor e o estágio em que foi diagnosticada a doença.
O tratamento clínico poderá ser por:
Bloqueio Hormonal (o crescimento do tumor é contido através de medicamentos hormonais).
Radioterapia (A radioterapia pode ser utilizada para o tratamento do câncer localizado da próstata com índices curativos e eficácia clínica inferiores as cirurgias).
Prostatectomia Radical (é a retirada de toda a próstata) e representa hoje a melhor opção para o tratamento potencialmente curável da doença com baixos riscos de disfunção erétil.

PREVENÇÃO

Teoricamente, os homens que fazem dieta rica em vegetais e pobre em lipídios (gorduras) são menos propensos a desenvolver câncer de próstata.
Até o presente momento, não são conhecidas formas específicas de prevenção do câncer de próstata. No entanto, sabe-se que a adoção de hábitos saudáveis de vida é capaz de evitar  o desenvolvimento de certas doenças, entre elas o câncer. Deste modo, é importante:

Este texto tem o objetivo de alertar e informar. Em caso de dúvidas, consulte um médico.

A sua saúde é muito importante para nós.

Sistemas Planos de Saúde

ANS - Nº 35.258-6

Seja um corretor Sistemas: 3337-6927 / 3337-6935

© Copyright 2011 - Todos os direitos reservados